Alta Floresta - Segunda-Feira, 18 de Outubro de 2021
(66) 3521-9803
Av. Papa João XXIII, nº 56 (Rua B) - Alta Floresta - MT

NOTÍCIAS

Confira as últimas notícias:

Postada em 10 de Agosto de 2021 às 15h36min
Vazio sanitário da soja vai até 15 de setembro no estado de São Paulo
Estratégia de manejo busca reduzir doença responsável por prejuízos de US$ 2,8 bilhões por safra no Brasil

Por Canal Rural

10/08/2021 às 15h33
Atualizado em 10 de agosto de 2021 às 15h43

Estratégia de manejo para reduzir a sobrevivência do fungo causador da Ferrugem Asiática (Phakopsora pachyrhizi) durante a entressafra e, desta forma, atrasar a ocorrência da doença, o vazio sanitário da soja é realizado no estado de São Paulo do dia 15 de junho a 15 de setembro de cada ano desde 2012.

Assim, cabe ao produtor manter a prática durante o período e eliminar as plantas voluntárias de soja nas culturas subsequentes.

Esse tipo de fungo foi detectado no Brasil no final da safra 2000/2001 e após duas safras já estava presente na maioria das regiões produtoras de soja do país. Por isso, como estratégia fitossanitária, foi adotada a prática do vazio sanitário, que consiste em um período definido e contínuo em que não se pode semear ou manter plantas vivas de soja em uma determinada área.

De acordo com o Consórcio Antiferrugem, essa doença, considerada a principal na cultura da soja, possui um custo médio de US$ 2,8 bilhões por safra no Brasil. Em São Paulo, as maiores áreas de produção estão concentradas nas regiões Oeste e Sudoeste do estado.

Programa Nacional

Vale lembrar que em 1º de junho deste ano entrou em vigência o Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja (PNCFS) instituído pela Portaria nº 306, de 13 de maio de 2021.

Segundo o coordenador da Defesa, Luis Fernando Bianco, as ações no âmbito do programa são coordenadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), mas a fiscalização e demais procedimentos são delegados a cada unidade federativa. “No estado de São Paulo compete à Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento fiscalizar o cumprimento das normas durante todo o vazio sanitário”, afirma.

O plantio experimental para pesquisa científica da soja na vigência do vazio sanitário é a única exceção na legislação, mas a lavoura deve ser autorizada pelo órgão oficial de defesa, monitoradas e controladas durante todo o período do vazio pelo responsável técnico.

SERVIÇOS

A Referência Consultoria Ambiental oferece:

SOBRE NÓS

Conheça a Referência Consultoria Ambiental:

LOCALIZAÇÃO

Como chegar: